7 coisas que você precisa saber sobre Diabetes

1• Se a glicose ficar muito alta por muito tempo ocorrerá mais possibilidade de problemas de curto e longo prazo. A hipoglicemia pode ser causadora de sintomas desagradáveis e com complicações que exigem atenção.

2• A insulina e a medicação oral podem ser utilizadas para tratar diabetes. A insulina é sempre utilizada para tratar pacientes com diabetes tipo 1, porém também pode ser aplicada em diabetes gestacional e diabetes do tipo 2, isto é, na situação que o pâncreas inicia a não produzir mais insulina na quantidade ideal.

A medicação oral é aplicada para tratar diabetes tipo 2, e a depender do princípio ativo, possui a função de reduzir a resistência à insulina ou de estímulo ao pâncreas a produzir mais de tal hormônio.

3• A prática da atividade física pode auxiliar no controle da glicemia e a perder gordura corporal, como também alivia o estresse. Vários casos de diabetes do tipo 2 podem ser evitados em situação de peso ideal, com hábitos saudáveis em relação à alimentação, e prática regular de exercício físico.

4• A contagem de carboidratos é considerada bastante benéfica para o indivíduo com diabetes. Os carboidratos apresentam o maior efeito direto em níveis de glicose, e tal instrumento possibilita mais variabilidade e flexibilidade em alimentação, em especial para a pessoa que utiliza insulina, já que a dose variará de acordo com a quantidade de carboidratos.

Essa condição termina com a rigidez no tratamento antigo, em que as doses de insulina se determinavam fixas, e alimentação devia também proceder assim. É fundamental dispor da orientação do nutricionista.

5• As tecnologias têm ajudado em tratar diabetes. Os aparelhos se caracterizam desde os glicosímetros, utilizados para medição da glicose no sangue, até as bombas de infusão de insulina, e sensores contínuos para monitorar a glicose.

6• Se o diabetes não passar por tratamento de modo adequado, podem aparecer complicações, sendo exemplo a nefropatia, neuropatia, retinopatia, infarto do miocárdio, pé diabético, acidente vascular cerebral. Se o paciente já apresentar diagnóstico de complicação crônica, existem tratamentos específicos para auxiliar a levar uma vida comum.

7• E ainda não existe cura para diabetes. Mas, estão sendo feitos estudos que futuramente, podem acarretar à cura. Em relação ao diabetes tipo 1, a terapia com células-tronco está sendo estudada nos pacientes de recém-diagnóstico.

Texto original: http://www.aterceiraidade.net/diabetes-em-idosos/