novembro azul

Novembro Azul, seja herói da sua saúde

Na semana passada um novo meme tomou conta da internet no Brasil: caneta azul, azul caneta… Por coincidência ou não, iniciou o mês de novembro, o mês azul!

O Novembro Azul é uma campanha mundial que conscientiza sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A doença é a segunda mais comum entre os homens brasileiros, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer. Além do câncer de próstata o Novembro Azul também busca conscientizar sobre o Diabetes e aos problemas associados à doença: alta mortalidade por doenças cardiovasculares (infartos e insuficiência cardíaca), AVC (derrame), complicações específicas da doença, como insuficiência renal, perda da visão, alteração de sensibilidade nos membros inferiores e consequentes úlceras e amputações. Sobre o Diabetes & Novembro azul voltaremos a abordar aqui no blog, acompanhe!

O estresse, o trabalho e as obrigações do dia a dia são gatilhos para inúmeras doenças. Esses itens não devem servir como desculpa para não procurar ajuda especializada. Faça um planejamento, se organize, e procure um especialista, só assim será possível  obter um diagnóstico preciso e intervir com um tratamento em tempo hábil.  Somente um médico é capaz de detectar as possíveis causas do que está acontecendo no seu corpo. 

No que diz respeito ao Câncer de Próstata, a cada dia 42 homens morrem em decorrência deste câncer e aproximadamente 3 milhões vivem com a doença, sendo essa, a segunda maior causa de morte por câncer em homens no Brasil. São estimados para este ano 68.220 novos casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). 

 “Queremos alertar não só para a saúde da próstata, como também incentivar o homem a olhar mais para a sua saúde, fazer exames que podem prevenir uma série de outras doenças. As mulheres culturalmente têm esse cuidado, mas os homens só vão ao médico quando não se sentem bem. Ter a consciência de que é preciso também fazer um check-up é fundamental”, enfatiza  Dr. Geraldo Faria, Coordenador do Novembro Azul da SBU – Sociedade Brasileira de Urologia.

Uma pesquisa realizada pela revista Saúde e o Instituto Lado a Lado pela Vida em agosto, com 2.405 homens, mostrou que 59% deles não costumam ir ao urologista. Entre os homens acima de 50 anos atendidos pela rede privada ou planos de saúde, 89% disseram já ter feito o PSA e 65% o exame de toque. Entre os atendidos pelo SUS, 45% nunca foram submetidos ao toque retal e 16% não fizeram o exame de PSA.

90% dos casos de câncer de próstata tem cura, quando em estágio inicial, e justamente neste período, não há sintomas. Os principais sintomas na fase avançada são:

• Dor óssea

• Dores ao urinar

• Vontade de urinar com frequência

• Presença de sangue na urina e/ou no sêmen

A ausência de sintomas não garante que não há problemas. Por isso, converse com seu urologista e cuide da sua saúde!

Veja os fatores de risco:

  • Histórico na família (pai, irmãos e tios)
  • Raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer 
  • Obesidade

Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

Seja herói da sua saúde! Cuide-se e proteja-se!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>