diabetes e insuficiência cardíaca

Mais próximas do que parecem: Entenda a relação entre diabetes e insuficiência cardíaca

Talvez você não saiba, mas diabetes pode levar à problemas cardiopatas, como a insuficiência cardíaca. Saiba como isso acontece e quais os principais sintomas que acendem o alerta do coração.

Uma comorbidade alta entre os brasileiros, o diabetes está presente em vários lares do nosso país. Quem não conhece um vizinho, amigo ou familiar que sofre deste problema de saúde? A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) divulgou um dado alarmante: cerca de 13 milhões de brasileiros (6,9% da população) apresentam o diagnóstico. E, dentro desta estatística, outra informação chama a atenção. Mais de 90% dos casos correspondem ao diabetes tipo 2, que é aquele relacionado aos maus hábitos de vida, como alimentação inadequada e falta de exercício físico.

Mais perigosa do que parece, o diabetes causa diversos problemas de saúde e, entre eles, um órgão específico merece a nossa atenção: o coração. A falta de insulina, provocada por complicações do diabetes, faz com que as artérias fiquem comprometidas, dificultando a passagem do sangue e, por consequência, causando a insuficiência cardíaca.

Mas, antes de falarmos sobre os problemas cardíacos em decorrência do diabetes, vamos entender melhor sobre a origem da doença.

Diabetes: Que problema é esse?

De forma simples, podemos dizer que diabetes é uma doença relacionada à problemas de produção e absorção de insulina no organismo. Como consequência, a disfunção da insulina no corpo humano gera um desequilíbrio nos níveis de açúcar no sangue.

Mas para que serve a insulina? A insulina é um hormônio responsável por regular a glicose no sangue. Através dela é que garantimos energia para o nosso corpo. A glicose é um dos nossos combustíveis essenciais.

É preciso saber ainda que existem dois tipos de diabetes. Provavelmente você já ouviu falar sobre eles:

O tipo 1, menos comum, é aquele diagnosticado geralmente na infância e adolescência e está relacionado à um defeito imunológico de origem genética, que afeta a produção de insulina pelo pâncreas.

O tipo 2, apesar de em alguns casos ter origem genética, na grande maioria está fortemente relacionado aos hábitos de vida. Ou seja, o diabetes tipo 2 pode ser desenvolvido ao longo dos anos e é reflexo das escolhas que fazemos diariamente. A má alimentação, rica em gordura e açúcares, e o sedentarismo, que podem acarretar excesso de peso, são os principais responsáveis por este diagnóstico.

Diabetes e insuficiência cardíaca: A dor do coração

O diabetes afeta as paredes das artérias e proporciona o aparecimento de placas de gordura, aumento do colesterol ruim, entre outras substâncias nocivas. Já não basta sofrer de amor, o coração ainda precisa aguentar mais essa.

Brincadeiras à parte, o assunto é sério. O diabetes é uma das principais causas de insuficiência cardíaca, juntamente com hipertensão e infarto. Além disso, um estudo divulgado pela Universidade de Chester, na Inglaterra, descobriu que cerca de 80% dos pacientes com diabetes tipo 2 acabam falecendo desta complicação.

Como isso acontece? A patologia resulta num descontrole nos níveis de açúcar no sangue que, com a incapacidade de produzir e usar insulina, gera um estado de inflamação. É neste estado de inflamação que surgem as placas de gordura, o colesterol ruim e as outras substâncias que dificultam o fluxo sanguíneo. Além disso, a insuficiência de insulina dificulta a dilatação das artérias e ocasiona o aumento da pressão nos vasos sanguíneos.

É importante destacar que o diabetes não é uma doença cardíaca, entretanto, quando não controlada a doença pode levar às complicações citadas anteriormente.

Para se ter uma ideia, os diabéticos possuem oito vezes mais chances de sofrerem de insuficiência cardíaca do que o restante da população. Além disso, outro dado relevante é que mais da metade dos pacientes diagnosticados com diabetes tipo 2 já foram diagnosticados com complicações no coração. Ou seja, estes pacientes diabéticos já estão enfrentando os danos cardíacos causados pela doença.

Insuficiência Cardíaca: O que é?

Quando falamos em insuficiência cardíaca precisamos compreender que ela é uma doença relacionada à um dano no coração, geralmente em consequência de outra doença (como é o caso do diabetes, por exemplo).

A insuficiência está relacionada à falta de capacidade de bombear o sangue de forma satisfatória para suprir as necessidades de oxigênio e nutrientes do nosso corpo humano.

Neste caso, o cuidado precisa ser redobrado. Uma pesquisa americana revelou que nos Estados Unidos a insuficiência cardíaca é a principal causa de internação de pessoas com idade acima de 65 anos. Outra pesquisa revelou a gravidade das complicações cardíacas, sendo que ela pode levar à morte, tanto quanto o número de pessoas que morrem em decorrência de um câncer em estágio avançado, por exemplo.

Abram alas às boas notícias

É possível, sim, ter uma vida longa e saudável, mesmo com uma doença cardíaca. Tratamentos envolvendo tecnologias de ponta e inovação oferecem aos pacientes a oportunidade de viverem por mais tempo e ainda com mais qualidade, sem passar por inúmeras internações e complicações. Mas, isso tudo depende do cuidado e dedicação de cada paciente. O primeiro passo é ficar atento ao seu corpo. Ao perceber qualquer alteração ou desconforto é imprescindível que busque um médico imediatamente.

Se você não conhece ou não sabe identificar quais os principais sintomas da insuficiência cardíaca, não se preocupe. Preparamos uma lista para lhe ajudar a prestar a atenção em alguns pontos:

  • Dificuldade para respirar
  • Indisposição, cansaço
  • Insônia provocada pela dificuldade de respirar
  • Aumento de peso e inchaço
  • Tontura, náusea e falta de apetite

Não esqueça: esta lista apresenta apenas alguns indicativos. Nada substitui a avaliação médica de um especialista. O acompanhamento médico é fundamental para definir o tratamento e avaliar todos os cuidados necessários.

Além disso, como falamos anteriormente, a prática de exercícios físicos aliadas à uma alimentação saudável são essenciais para manter a saúde do seu coração.

Tratamento

 Infelizmente não existe cura para o diabetes, ele é uma doença crônica. Mas como vimos, você pode conviver com ele fazendo o tratamento correto, através de um acompanhamento adequado.

Entre os tratamentos estão a escolha de uma vida mais saudável e a administração de medicamentos que controlam o índice de açúcar no sangue.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>