Tireoide

A tireoide  é uma glândula em forma de borboleta, que fica localizada na parte anterior pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão (ou popularmente, gogó).

Os hormônios produzidos por ela agem em diversos órgãos do nosso corpo.

A alteração/disfunção tireoideana pode interferir em diversos aspectos, como atraso no crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes, nos ciclos menstruais, na fertilidade, no peso, na memória, na concentração, no humor.

Assim, é fundamental estar em perfeito estado de funcionamento para garantir o equilíbrio e bom funcionamento do organismo.

DISFUNÇÕES DA TIREOIDE

Descubra abaixo as principais disfunções da Tireoide

Hipotireoidismo

  • Ocorre quando a tireoide não funciona corretamente,  liberando hormônios em quantidade insuficiente
  • Mais comum no sexo feminino
  • Na maioria das vezes, o hipotireoidismo é causado por uma inflamação denominada Tireoidite de Hashimoto, uma disfunção autoimune
  • Os sintomas na maioria das vezes são inespecíficos, ou seja, precisam ser analisados durante a consulta médica, juntamente com o exame físico e exames complementares.
  • O tratamento é realizado com medicamento oral e a dose deve ser individualizada para cada paciente.

Hipertireoidismo

Sintomas, causas e tratamentos.

  • É uma condição na qual a glândula  tireoide é hiperativa e produz excesso de hormônios tireoidianos.
  • Também é mais comum em mulheres
  • A doença de Graves é a causa mais comum de hipertireoidismo. Ela ocorre quando o sistema imunológico ataca a glândula  tireoide, provocando seu aumento estimulando-a produzir excesso de hormônios.
  • Os sintomas são inespecíficos e precisam ser avaliados em consulta médica, com anamnese (entrevista) e exame físico detalhados , juntamente com solicitação de exames complementares adequados.
  • Atenção: Pessoas com hipertireoidismo leve e os idosos podem não ter qualquer sintoma.
  • O tratamento do hipertireoidismo depende da causa, da idade, da condição física da pessoa e de quão sério é o seu problema de  tireoide. Normalmente são três as opções: medicamentos via oral, radioiodo e cirurgia.
  • Se não tratado, o hipertireoidismo pode levar a outros problemas de saúde. Alguns dos mais graves envolvem o coração (batimentos cardíacos acelerados e irregulares, insuficiência cardíaca congestiva) e os ossos (osteoporose).

Nódulos de Tireoide

Fique alerta!

Não ignore os sinais do seu corpo.

Estima-se que aproximadamente 60% da população brasileira tenha nódulos na tireoide em algum momento da vida.

Aproximadamente 5%  dos nódulos são malignos (câncer).

O reconhecimento deste nódulo precocemente pode salvar a vida da pessoa e a palpação da tireoide é fundamental para isso. Este exame é simples, realizado em consulta médica especializada.

Uma vez identificado o nódulo, o endocrinologista solicitará uma série de exames complementares para confirmar a presença ou não do câncer.